• Rúbia Gioli

#Trabalho #no #feriado

#TRT-#18 #limita #valor #de #multa #normativa #ao #montante #da #obrigação #principal


A 2ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 18º Região (GO) limitou o valor de multa normativa ao montante da obrigação principal. Os desembargadores entenderam que a cláusula normativa que estabelece multa tem a mesma natureza jurídica da cláusula penal.

A relatora, desembargadora Kathia Albuquerque, afirmou que o TST firmou entendimento no sentido de que a cláusula normativa que estabelece multa por descumprimento do ajustado coletivamente tem a mesma natureza jurídica de cláusula penal.

Para ela, incide no caso a diretriz firmada na orientação jurisprudencial 54 da SDI-1. "O valor da multa estipulada em cláusula penal, ainda que diária, não poderá ser superior à obrigação principal corrigida, em virtude da aplicação do artigo 412 do Código Civil de 2002 (art. 920 do Código Civil de 1916)".

No caso, o Sindicato dos Empregados no Comércio de Goiás ingressou com ação porque empregados trabalharam, sem autorização, no feriado do dia 1º de maio de 2018. O sindicato pediu a condenação da loja ao pagamento em dobro do trabalho prestado no dia, além de multa prevista na cláusula 48ª da CCT 2018/2020, no valor de R$800 por empregado.

A primeira instância condenou a loja a pagar a multa em R$ 800, o que ensejou o recurso. A defesa da loja argumentou que a aplicação da multa por empregado caracterizaria ato abusivo e desproporcional imposto pelo sindicato, sendo proibida pelo artigo 412 do Código Civil. O dispositivo determina que a multa prevista em cláusula penal não pode exceder o valor da obrigação principal.

Ao julgar o recurso, o colegiado manteve a condenação, mas reformou o valor por empregado. Os magistrados determinaram que a empresa pague a multa no valor do dobro legal pelo trabalho no feriado por cada trabalhador que prestou serviços. Com informações da Assessoria de Imprensa do TRT-18.

Processo: 0010603-20.2018.5.18.0053

Revista Consultor Jurídico, 27 de maio de 2019, 7h50

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Ministro Dias Toffoli suspende efeitos do Tema 709

Por conta da pandemia da Covid-19 e o momento de pico no país, foram suspensos os efeitos do Tema 709 aos profissionais da saúde que estão na linha de frente ao combate ao vírus. Assim, ao menos de fo