• Rúbia Gioli

Dupla sanção - Multa e má-fé não podem ser aplicadas a mesmos atos processuais, diz TST

Multa e indenização por litigância de má-fé são punições e não podem ser aplicadas conjuntamente pelo mesmo ato processual. Com esse entendimento, a 7ª Turma do Tribunal Superior do Trabalho anulou a cobrança das duas verbas à Petrobras.

O ministro Vieira de Mello Filho afastou a dupla sanção contra a Petrobrás por serem ambas de caráter punitivo e proferidas no mesmo processo.

A companhia interpôs recurso de revista no TST, sustentando que a aplicação da multa mais a indenização afrontam o princípio da ampla defesa e do contraditório.

O relator, ministro Vieira de Mello Filho, concordou com a empresa. Segundo ele, a estatal de fato interpôs embargos procrastinatórios, mas isso não pode justificar a condenação por litigância de má-fé, que tem caráter genérico. Só seria aplicável ao caso a multa de 1% sobre o valor da causa, prevista no parágrafo 1º do artigo 538 do Código de Processo Civil de 1973, específica para casos de oposição de embargos "manifestamente protelatórios".

A Petrobras havia sido condenada a pagar a um ex-empregado multa de 1% do valor da causa, conforme manda o artigo 538 do Código de Processo Civil, além de multa de 20% do valor da causa por litigância de má-fé.

Processo 1268-07.2012.5.08.0007

Revista Consultor Jurídico, 7 de agosto de 2018, 17h33

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

PGFN

Prazo para adesão aos acordos de transação termina no dia 29 Termina no próximo dia 29 o prazo para que os contribuintes inscritos na dívida ativa da União possam aderir aos quatro tipos de acordos de

TJMS

Banco indenizará empresa após fraude praticada em aplicativo Os magistrados da 1ª Câmara Cível, por unanimidade, em sessão permanente e virtual, negaram provimento ao recurso interposto por uma instit

AGÊNCIA BRASIL – GERAL

Renovação da CNH Com a entrada em vigor da resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) autorizando a retomada dos prazos para a regularização das carteiras nacionais de Habilitação (CNHs), ve

© 2017 por Mendonça & Rocha Advogados Associados. 

SIGA-NOS:

  • w-facebook